Quando eu digo que José Serra é o que de melhor e mais animado ocorreu nestas inssossas e previsíveis eleições presidenciais, nego acha que eu tô brincando (ainda bem! 😀 ).

Mas eu tô pra conhecer maior fonte inesgotável de piada pronta do que o marido de mônica e sua brancaleônica campanha presidencial (acho que ele vai se eleger em Aurocastro – vejam o filme que a piada faz mais sentido!).

Imagine a situação: você vai com seu candidato paulista fazer campanha num favela de São Paulo, Paraisópolis. Num vou entrar no mérito de onde fica essa favela e o que ela representa que é pra num quebrar o ritmo da piada pronta.

Mas eis que Zé e Geraldo chegaram a Paraisópolis. Descoladões que são, entram num boteco e vão logo procurando fazer o que os descoladões locais fazem. Foram jogar uma partida.

Daí que num boteco, você pode jogar truco caixeta sueca canastra buraco pôquer tranca insira aqui seu jogo de cartas preferido e eu não pontuei essa frase de propósito.

Mas não.

Os smartões não se sentaram pra jogar cartas.

E aí, dona Bruxa, o que eles fizeram então?Jjogaram totó (em São Paulo, pebolim)?

Não, gente. Olha a piada pronta!

Eles jogaram….

Sinuca....

Aí você pensa que acabou, né?

Mas, espere!

Antes de ir a Paraisópolis, nosso amado José debandou-se pros lados do Nordeste. E sua sempre alerta escudeira Soninha Francine (alguém me explica o que aconteceu com essa mulher?) enviou via twitter uma foto do êxito da carreata nordestina (contei 22 pessoas, ainda que tenha contados alguns duas vezes). O serviço do twitcam, que hospeda as fotos online, pôs uma pubrissidádji ao lado da foto da tal da carreata.

Divirtam-se também!

Agora me diga com toda sinceridade do mundo: existe fonte maior de piada pronta do que a campanha tiucana?

E mais: tem como não amar José Serra? Eu amo! 😀 \o/

Anúncios