Daí que a Conceição Oliveira, do blog Maria Frô, me cobrou um comentário para esta frase de Aécio

Eu poderia falar que Minas é um estado, o Brasil é um país com vinte e tantos estados, e que isso é falta de noção e tals.

Mas antes que eu pudesse conceber qualquer raciocínio mais elaborado do que “é a República do Pão de Queijo, da qual o Brasil é sub-sede”, José Serra, o Lucas Celebridade do PSDB (e Lucas Celebridade que me perdoe de usar seu célebre nome em vão) abre a boca e me solta esta aqui:

 

Não sei qual das três caras tá melhor nessa foto. Ponto pro UOL (não acredito que disse isso).

 

Daí eu pergunto: que importância tem a república das Minas Gerais diante de uma frase como essa daí de cima?

… e eis que José Serra inovou o conceito de Vergonha Alheia. Conseguiu superar o líder do PCO da Vergonha alheia, Lucas Celebridade.

Notinha:

Acho que você sabe quem é Lucas Celebridade.

Figurinha fácil (com duplo sentido) na blogosfera brasileira, seu objetivo é ser, como já indica seu apelido, uma Celebridade. Ele não beira o ridículo, porque nesse abismo já despencou de há muito. Vergonha alheia define o menino.

Não tenho nada contra Lucas tornar-se Celebridade. Pelo contrário, rezo muito para que isso aconteça. Até porque a alternativa é ele ser professor de português. Isso, sim, seria o fim do mundo.

Mas Lucas não faz mal a ninguém, não tá robano, não tá matano, só pede um pouco de sua atenção (ainda que para isso cegue o conceito de noção com seus ensaios sensuais). Tampouco tem planos para o pré-sal.

Enfim. Teamlucas.

Anúncios